HOT Academy - шаблон joomla Joomla
  • Ligue-nos! (51) - 3219.0180
  • O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Maria Mulher

25 de Julho é Dia Nacional de Tereza de Benguela e da Mulher Negra

25 de Julho é Dia Nacional de Tereza de Benguela e da Mulher Negra

Em todo o país, a data é celebrada com diferentes atividades, reafirmando a identidade, a história, a cultura e reflexões sobre a realidade da mulher negra brasileira, latino-americana e caribenha

 

25julho

Foto: AfroReggae

Hoje (25 de julho), se celebra no Brasil o Dia Nacional de Tereza de Benguela e da Mulher Negra. A data foi instituída através da Lei nº 12.987/2014, que entrou em vigor no dia 02 de junho passado. A inspiração vem do Dia da Mulher Afro-Latino-Americana e Caribenha, marco internacional da luta e da resistência da mulher negra, criado em 25 de julho de 1992, durante o 1º Encontro de Mulheres Afro-Latino-Americanas e Afro-Caribenhas, na República Dominicana.

Anualmente, o 25 de julho é, portanto, dedicado à mulher negra no Brasil e no mundo. Em todo o país, são realizadas audiências públicas, festivais, seminários, conferências, feiras, entre outras tantas atividades, numa reafirmação da identidade, da história, da resistência e da luta das mulheres negras, que compõem a parcela da população que mais se beneficiou das oportunidades geradas nas últimas décadas, apesar das desvantagens que as afetam no conjunto da sociedade.

Tereza de Benguela representa todas as mulheres negras na homenagem que lhe foi prestada através da Lei que institui o 25 de Julho no Brasil. Nascida no século XVIII, ela chefiou o Quilombo do Piolho ou Quariterê, nos arredores de Vila Bela da Santíssima Trindade, no Estado do Mato Grosso. Sob seu comando, a comunidade cresceu militar e economicamente, incomodando o governo escravista. Após ataques das autoridades ao local, Benguela foi presa, vindo a suicidar-se após se recusar a viver sob regime de escravidão.

História

O Dia da Mulher Afro-Latino-Americana e Caribenha foi criado em 25 de julho de 1992, durante o I Encontro de Mulheres Afro-Latino-Americanas e Afro-caribenhas, em Santo Domingo, República Dominicana. Estipulou-se que este dia seria o marco internacional da luta e da resistência da mulher negra. Desde então, sociedade civil e governo têm atuado para consolidar e dar visibilidade a esta data, tendo em conta a condição de opressão de gênero, racial e étnica em que vivem estas mulheres.

A celebração da data tem o objetivo de ampliar e fortalecer organizações de mulheres negras, construir estratégias para a inserção de temáticas voltadas para o enfrentamento ao racismo, sexismo, discriminação, preconceito e demais formas de opressão. A ocasião sugere a ampliação de parcerias para dar visibilidade à luta e às ações, promoção, valorização e debate sobre a identidade da mulher negra brasileira.

Coordenação de Comunicação da SEPPIR

Seja um Colaborador e contribua com Maria Mulher!

 

Quero Colaborar!

Sobre a Maria Mulher

sede

MARIA MULHER - GRUPO DE MULHERES NEGRAS

MARIA MULHER - GRUPO DE MULHERES NEGRAS foi criada em 8 de março de 1987. O nome presta uma homenagem a todas as mulheres negras que têm construído a sociedade brasileira que surgiu pela atuação de cerca de trinta mulheres negras. Havia algumas que participavam do movimento social negro. Outras vinham do movimento feminista. Umas eram sindicalistas.  O grupo tinha também mulheres negras que não pertenciam a qualquer movimento.

Ler Mais

Alguns de Nossos Projetos

Projeto Espalha Brasa e Marcha das Mulheres Negras 2015

Prêmio Lélia Gonzalez - Protagonismo Organizações de Mulheres Negras 

Financiamento: 
Secretaria de Política para Mulheres- SPM
Secretaria de Política de Promoção da Igualdade Racial - SEPPIR

Colóquios sobre estratégias de enfrentamento à insegurança alimentar das mulheres negras no Brasil

Baobá- Fundação Ford
Fundo para Equidade Racial

Convênio SICONV nº 749199 - Ministério da Saúde

Financiado :
Fundo Nacional de saúde
 
Parceria:
Rede Feminista de Saúde

Telecentro - Centro de Informática

Financiado:
PROCEMPA